Skip to content

Inovação

Marketing descentralizado: aumente as vendas e drible a inadimplência

17 Março 2022 por Bornlogic

Em um cenário de crise econômica, buscar formas de trazer mais clientes para seu negócio se faz cada vez mais necessário. Ainda mais quando os índices de inadimplência passam a ser uma preocupação e é preciso correr atrás de um sistema de cobrança para sanar o problema.

Para driblar essa situação, uma das boas práticas a se considerar é empoderar os pontos de venda para que cada um produza seus próprios anúncios, no que chamamos de marketing descentralizado.

O modelo de marketing adotado pelas empresas que contam com unidades físicas espalhadas por diversos locais costumava ser apenas o centralizado. Nele, um escritório central ou uma agência produz todas as peças de comunicação — desde folhetos até posts em redes sociais — e as lojas apenas reproduzem esse material.

No modelo descentralizado, as lojas passam a ser ativas nessa produção, criando seus próprios anúncios e unindo forças com o marketing corporativo. Com as ferramentas certas, dá sim para cada loja fazer seu próprio marketing.

Aqui vão alguns dos motivos para investir no marketing descentralizado:

Agilidade

Se uma loja quiser anunciar aquecedores por causa de uma massa de ar frio que chegou de repente na região, precisa acionar a única equipe do marketing corporativo, que vai colocar essa demanda em uma lista com várias outras prioridades. Quando a equipe conseguir entregar as peças que a loja solicitou, o frio já passou, e a oportunidade de vender mais aquecedores, também. Com o marketing descentralizado, assim que perceber uma oportunidade única, a loja pode agir sobre ela.

Personalização

Na era digital, mais do que jornaizinhos, flyers e folhetos distribuídos no ponto físico, é preciso atrair os clientes no mundo online para irem até a loja realizar a compra. Com cada unidade tendo sua própria página nas redes sociais, elas podem produzir conteúdo específico para quem passa por aquele local todos os dias, entregando anúncios cada vez mais personalizados no feed dos consumidores, aumentando o potencial de vendas.

Você também pode se interessar por Regionalização do marketing

Contexto

O forte de uma loja pode ser os eventos realizados no local, enquanto a maior vantagem de outra pode ser uma diversidade maior de produtos. Cada uma dessas unidades será beneficiada por mensagens diferentes, que evidenciem seus atrativos, levando mais clientes até elas. O clima, citado ali em cima, o aniversário da cidade, algum feriado local… todos esses podem ser contextos aproveitados também!

Relacionamento com o cliente

Uma pesquisa da PricewaterhouseCoopers (PwC) mostrou que 77% dos brasileiros consideram que o relacionamento direto com varejo por meio das redes sociais influenciou suas decisões de compra. Isso confirma a importância de ter uma boa presença online. E se cada loja tiver autonomia para gerenciar suas próprias redes, melhor ainda, já que mais próximo esse relacionamento vai ficar, e com melhores chances de cativar o cliente.

Mas e se a taxa de inadimplência também aumentar com mais vendas?

Os esforços de marketing, vendas e cobrança devem estar inseridos dentro de uma estratégia que conecte todos os pontos do negócio. Não adianta ir bem de um lado e descuidar do outro.

Se ter a solução certa para empoderar suas lojas é essencial para vender mais na lógica do marketing descentralizado, contar com as melhores técnicas de cobrança te ajuda na hora de reverter os números de inadimplência.

É sempre bom manter em mente que o momento da cobrança deve servir não só para receber do cliente aquilo que é devido, mas também para reforçar o relacionamento entre ele e sua marca. Assim, além da cobrança quitada, as chances de conquistar a fidelidade do consumidor aumentam.

Espalhe a notícia