Skip to content

Social Selling

Redes sociais: Qual conteúdo faz diferença para as lojas físicas?

21 Dezembro 2021 por Marcos de Melo

Orgânico x patrocinado

Presença digital é um conceito que vem modificando permanentemente a jornada de compra do consumidor. Para uma estratégia digital ter sucesso, é muito importante mostrar o seu produto e exibir a sua marca - e é necessário fazer isso de maneira assertiva.

No contexto das redes sociais, os estabelecimentos - sejam eles empresas, marcas, lojas ou instituições - podem disponibilizar conteúdo orgânico de maneira centralizada, através da página institucional (nacional), e outras marcas já entenderam que deve existir uma estrutura de páginas locais, criando um relacionamento mais próximo do consumidor.

Os tipos de postagem também variam, as quais podem ser orgânicas ou patrocinadas. 

O apego pelo conteúdo orgânico em páginas locais

É comum vermos marcas gastando milhões em mídia patrocinada nas redes sociais, pois entendem o resultado que isso gera em alcance e engajamento. Porém, estas mesmas marcas não incentivam que os perfis das lojas locais façam o mesmo.

Isso acontece porque, muitas vezes, têm medo do que será dito pelos vendedores. E também por acreditarem que o conteúdo orgânico é suficiente para esses perfis locais. Mas não é.

As postagens gratuitas são importantes para as marcas criarem uma consistência de publicações na página e também para manter o perfil atualizado com as principais informações e novidades, criando reconhecimento de marca.

No entanto, é pouco efetiva para atrair novos clientes, e quando observamos as páginas locais de uma marca, geralmente vemos um replicador de imagens institucionais, quase como uma versão atualizada do SPAM.

Pago ou orgânico: sem custo imediato = sem retorno imediato

As postagens orgânicas são os posts distribuídos de maneira gratuita pela rede social - para um percentual de pessoas que seguem a página da sua marca - usando critérios específicos de distribuição, o qual varia de acordo com a rede social em questão.

Ou seja, nesse modelo ficamos reféns de uma entrega restrita para pessoas que já seguem a página, e quando o conteúdo postado é replicado da página nacional, a chance de crescimento de seguidores é quase nula, pois a página não oferece diferenciais para ser seguida.

Já as postagens patrocinadas - aqui na bornlogic, nós chamamos de anúncios - são aquelas cujo alcance é potencializado mediante investimento. Ou seja, você compra alcance extra para o seu conteúdo, escolhendo quem será impactado por ele.

Isso faz muita diferença em uma estratégia omnichannel, por exemplo, já que você terá recursos para atingir exatamente o seu público-alvo. Tudo isso com prazo pré-estabelecido para alcançar estes resultados.

Conteúdo patrocinado: você no comando do engajamento

Escolher a melhor opção tem relação direta com o tempo de retorno do seu investimento.

Por exemplo, a principal vantagem das postagens orgânicas é não ter um custo direto. Mas, ao mesmo tempo que você não terá de fazer um investimento, também não terá garantia do retorno.

Em uma postagem orgânica no Facebook, apenas 1% das pessoas que curtiram a sua página verão esta postagem no primeiro momento. Em seguida, após avaliação automática do engajamento por meio de reações, comentários e compartilhamentos, o algoritmo avalia se o conteúdo é interessante. Com base neste veredito ele pode aumentar (ou não) o alcance gratuito da publicação.

Então, você provavelmente não conquistará o engajamento que espera, justamente porque a postagem orgânica depende de engajamento para aumentar seu alcance (e dependerá de alcance para ter engajamento, entrando em um looping eterno...)

Isso não acontece com as postagens patrocinadas. Desde o princípio, você torna seu post visível para um público mais amplo, independentemente de curtir sua página ou não. Isso é particularmente benéfico para páginas novas, que ainda têm poucos seguidores.

Micro investimento geolocalizado

Você pode estar se perguntando o quanto precisa investir para fazer uma publicação patrocinada, certo? A boa notícia é que, com apenas R$10, já é possível ter o seu anúncio no ar.

Pessoalmente, recomendo que sempre siga essa linha de micro investimento, usando 10, 20, 50 reais por publicação. Desta forma, será possível usar geolocalização na entrega dos anúncios.

Pensando em uma estrutura de centenas de lojas espalhadas pelo Brasil, essa estratégia faz mais sentido, já que cada loja vai conversar com a sua região, em vez de a marca investir milhões tentando entregar um único anúncio pro país inteiro, sem contexto ou personalização.

Escale a produção de anúncios digitalizando os vendedores

Nós estamos falando sobre isso porque o marketing digital começa com a atração de novos consumidores. Se você não conseguir trazer o público certo, não terá resultados na ponta.

Só que este é um paradoxo para o mercado de franquias e também para varejistas: em um grupo que está presente em todo o país, qual é o público-alvo certo?

A tecnologia ajudará você a fazer essa segmentação e alcançar seu target de maneira assertiva para potencializar sua estratégia omnichannel: gerando demanda pelas redes sociais e atraindo os consumidores até a sua loja física.

Com a solução da Bornlogic, é possível escalar a produção de publicações (tanto pagas quanto orgânicas no Facebook), contando com os vendedores de sua loja para isso. São eles que conectam sua marca às pessoas no momento da compra. Portanto, é importante que, desde o início da jornada, haja investimento na conexão deles com o seu público final.

Nossa plataforma permite que cada time crie conteúdo de acordo com a necessidade local, visando trazer novos clientes às lojas. O processo se dá por Social Commerce; Geolocalização e Employee Generated Content. Tudo isso com governança corporativa e Brand Safety.

Espalhe a notícia